Quero ser Ricardo Kotscho para andar pela rua e não me acomodar num computador. Quero ser Robert Fisk para guerrear pela paz tendo como arma um microfone. Quero ser Hélio Fernandes para me libertar pelas grades e não me prender a cifrões. Quero ser Gay Talese para cuidar de cada palavra e ser sensível ao sentimento das pessoas. Quero ser Zuenir Ventura para escrever as minhas histórias dos outros. Quero ser Alberto Dines para observar a mim mesma. Quero ser John Reed para narrar dias que abalaram o mundo. Quero ser muitos. Eu mesma. Sou um ser em construção.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Será esse o "choque de ordem" da prefeitura do Rio?

Foto: Ana Helena Tavares, em 15 de Maio de 2009
Conseguem ver a fiação elétrica totalmente solta, quase chegando ao chão? Essa situação já se arrasta há duas semanas e já estou providenciando denúncia aos órgãos competentes. Vamos ver até quando eles esperam pra que alguém de fato leve um choque numa esquina dessa cidade.

Obs: Apaguei as placas para preservar meu endereço, já que uma delas se trata da rua onde moro.

2 comentários:

Anônimo disse...

Falou e disse Lena! Ponha a boca no trombone! Com essas e com outras é que falei sobre as outras cidades do Brasil e do mundo que não possuem o descaso que as autoridades do Rio dão a esta cidade que era maravilhosa.
Nem em Los Angeles voce vai encontrar uma coisa dessas! Qualquer um pode morrer "torrado" simplesmente por andar pelas ruas do Rio. E ainda tem gente que ainda acha isso tudo sensacional! Vamos denunciar, sim!

Anderson de Souza disse...

Onde vc mora? rs

"O discípulo não supera o mestre, o complementa" (Luciene Félix, profª de filosofia da Escola Superior de Direito Constitucional - SP)

"A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro."
(Platão)

"A amizade é mais importante do que a justiça, porque onde houver amizade, a justiça já está feita."(Aristóteles)

Este blog adota a