Quero ser Ricardo Kotscho para andar pela rua e não me acomodar num computador. Quero ser Robert Fisk para guerrear pela paz tendo como arma um microfone. Quero ser Hélio Fernandes para me libertar pelas grades e não me prender a cifrões. Quero ser Gay Talese para cuidar de cada palavra e ser sensível ao sentimento das pessoas. Quero ser Zuenir Ventura para escrever as minhas histórias dos outros. Quero ser Alberto Dines para observar a mim mesma. Quero ser John Reed para narrar dias que abalaram o mundo. Quero ser muitos. Eu mesma. Sou um ser em construção.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

O dia em que Stálin, da Vinci, Marx e Nietzsche "bateram um papo animado"...


Sentados à mesa, Joseph Stálin (1), Leonardo da Vinci (2), Karl Marx (3) e Friedrich Nietzsche (4) batem um papo animado, enquanto Abraham Lincoln (5) prefere trocar confidências com Mao Zedong (6). Ao fundo, Homero (7) apoia uma mão sobre o ombro de Bill Gates (8). O quadro acima (clique nele para ampliar), que reúne 103 personalidades da História, é cercado de mistério. Em primeiro lugar, porque não se sabe quem é seu autor. Além disso, muitos personagens eram desconhecidos. Mas, quando virou hit na internet, a imagem foi rastreada e descobriu-se que as pessoas menos famosas são figuras proeminentes na China, como o cantor Cui Juan (9) e o político Sog Qingling (10). Resta agora saber quem pintou a obra, provavelmente um chinês inspirado em um quadro renascentista de Rafael, "A Escola de Atenas".

Saiu na revista "Aventuras na História", edição 70, Maio 2009.

----------- // -----------

Será que dá pra imaginar o conteúdo desse "papo animado", hein? E o que estaria pensando Homero ao apoiar-se no ombros de Gates?!?! Além dos personagens citados pela revista, tentei descobrir por minha conta alguns dos outros e, quem tiver um olhar mais atento, observará, por exemplo, que Einstein aparece sentado com as mãos apoiadas sobre os joelhos e semblante desolado logo em frente à mesa em que rolava o tal "papo". É possível observar ainda Chaplin em uma das extremidades inferiores do quadro sentado de braços cruzados tão desolado quanto Einstein. Freud aparece em local basicamente entre Chaplin e Einstein, talvez na tentativa de entendê-los... Pelé também foi lembrado, aparecendo com a camisa da seleção brasileira e uma bola, logo abaixo do nº (7) de Homero. Abaixo de Pelé, vejam só quem está lá, é Hitler com sua suástica no braço. Guevara, Fidel e um sorridente Arafat aparecem logo abaixo das pirâmides. Moisés e Gandhi aparecem próximos um ao outro, cada um em sua direção, junto a algumas cabras. Nas proximidades do nº 10, temos até o Príncipe Charles que parece olhar para Michael Jordan que está sentado logo abaixo dele com sua bola de basquete ao lado.

Quem pintou ninguém sabe, mas uma coisa eu sei: trata-se de um gênio.

3 comentários:

Eduardo Sander disse...

Ué, num papo de boteco só rola futebol e mulher. E o rubro-negro Marx certamente está "zoando" o vascaíno Stálin, o tricolor Da Vinci e, principalmente, o alvinegro Nietzsche!!

Tião Martins disse...

Se for pela genialidade Da Vinci certamente seria tricolor. Mas a viadagem poderia levá-lo a ser rubro-negro. Acredito inclusive que se o Ronaldo Gorducho soubesse que a Monalisa era um travesti, com a megalomania flamenguista, iria tentar comprar o quadro.

Eduardo Sander disse...

E o pior é que a Monalisa é "Parmêra", meu!!!

"O discípulo não supera o mestre, o complementa" (Luciene Félix, profª de filosofia da Escola Superior de Direito Constitucional - SP)

"A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro."
(Platão)

"A amizade é mais importante do que a justiça, porque onde houver amizade, a justiça já está feita."(Aristóteles)

Este blog adota a